Xabi Fernández e sua equipe vencem regata da Leg Zero da Volvo Ocean Race com vantagem de  7 milhas sobre o holandês Team Brunel. Foram mais de 18 horas de prova de Plymouth (Inglaterra) até o porto francês de Saint Malo

© Jen Edney/MAPFRE/Volvo Ocean Race

18 horas, 29 minutos e 50 segundos! Esse foi o tempo da MAPFRE para completar o percurso entre Plymouth (Inglaterra) e St. Malo (França) na terceira etapa da Leg Zero, conjunto de regatas-teste da Volvo Ocean Race. O barco espanhol liderado por Xabi Fernández foi o primeiro a entrar na linha de chegada com 41 minutos de vantagem sobre o segundo, o Team Brunel, de Bouwe Bekking.
Uma vez mais, a estratégia de Joan Vila, navegador da MAPFRE, deu certo. A equipe saiu de Plymouth e logo buscou alto mar, escapando das correntes e dando menos manobras. Com vento mais firme e constante, o barco andou mais rápido, ao contrário dos adversários.
Foi um resultado muito bom para nós. Uma etapa boa do começo ao fim!”, disse Xabi Fernández, da MAPFRE. “Nós fizemos a melhor escolha buscando o caminho pelo mar aberto, achamos brisa e fugimos das correntes. As outras equipes se atrapalharam das correntes. Estou satisfeito com o nosso resultado”.
A MAPFRE agora tem uma vantagem de três pontos no topo da classificação da Leg Zero. Lembrando que as regatas-teste não valem pontos para a Volvo Ocean Race, que começa em 22 de outubro. ”Os resultados são importantes para nós, estamos treinando por um tempo, então é bom ver o trabalho dar resultado”, completou Xabi Fernández.
A próxima etapa da Leg Zero será a última e terá o percurso de Saint-Malo para Lisboa, em Portugal. A largada será no domingo (13) e a flotilha deve chegar até a outra quinta-feira (16).