Um ótimo resultado para a equipe espanhola, que completou a Etapa 1 da Volvo Ocean Race em 6 dias, 4 horas, 42 minutos e 30 segundos. O percurso foi de Alicante a Lisboa

© María Muiña/MAPFRE

A equipe espanhola foi a segunda colocada da Etapa 1 da Volvo Ocean Race 2017-2018. O barco comandado pelo campeão olímpico Xabi Fernández chegou ao Rio Tejo após 6 dias, 4 horas, 42 minutos e 30 segundos de regata entre Alicante e Lisboa. Os espanhóis terminaram a etapa atrás apenas do vencedor, o Vestas 11th Hour Racing.
”Era uma perna complicada, como esperávamos. O Mediterrâneo foi particularmente complicado. Tivemos várias situações em que fomos obrigados a assumir alguns riscos. O resultado foi excelente para nós e estou satisfeito”, disse Xabi Fernández.
A queda do vento na entrada da capital portuguesa deu mais emoção à prova, mas a vantagem recuperada durante a semana não foi perdida. O Dongfeng Race Team, que cruzou em terceiro, não conseguiu o ataque final.
O MAPFRE teve um bom início, mas na primeira noite acabou perdendo espaço com as condições complicadas do Mediterrâneo.
”Nós sempre dissemos que as pernas mais curtas são mais difíceis que as mais longas. Este foi um sprint que durou quase sete dias, onde vimos um pouco de tudo: ventos leves, ventos fortes, manobras”, falou Fernández.
A campeã olímpica Támara Echegoyen falou da sua estreia em offshore. ”Foi mais difícil do que eu esperava porque, embora eu soubesse que não seria tão longa quanto a segunda etapa, muitas manobras foram feitas, então não conseguimos descansar”, disse. ”Foi uma ótima experiência, especialmente para saber que vou estar pronta para tudo o que está por vir. Agora é hora de aproveitar o nosso segundo lugar, que é um resultado muito bom para o time. Nós estamos falando sobre ser regular em nossos resultados, então isso é bom para nós. Agora vou curtir uma cama, um banho e os poucos dias de descanso que temos em Lisboa”.
A largada da próxima etapa será em 5 de novembro. Os barcos partem para a sul-africana Cidade do Cabo.